quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Nos Tempos do Vai e Vem



Por: Ivanei

A partir do ano de 1960 até 1970, em nossa querida cidade de Várzea do Poço, existia um ponto preferencial para os nossos jovens apelidado de Vai e Vem. Era onde os casais passeavam, conversavam, paqueravam e usavam os Pombos Correios para colocar os assuntos das paqueras em dias, e ate que firmassem grandes namoros e também casamentos que surgiram nessa pequena passarela, localizada na Praça Edvaldo Valoís ao lado de baixo da praça localizada em frente da casa de Zezinho de Zacarias até a porta da Padaria de Manoel Dias.
Um detalhe curioso que ocorria é que o Vai e Vem acontecia todos os dias da semana, preferencialmente com grande movimento aos domingos, onde o som que vinha do Bar Central de Jarbas, que era tocado por radiola com discos de vinil. Ao passar pelo Vai e Vem, ouvíamos as músicas de sucessos da época entre elas dos cantores: José Roberto, Roberto Carlos, Paulo Sergio, Tim Maia, Odair José, Valdick Soriano, Lindomar Castilho, Wanderley Cardoso, Jerry Adriane, The Fiveres, Renato e Seus Bluecaps, Silvinha, Eduardo Araujo,Erasmo Carlos, Wanderléia, Vanusa, Adriana, Trio Ternura, Os Vips, Os Gold Boys, Nelson Ned, Altemar Dutra e Sergio Reis.
Após o sinal da luz elétrica que era gerada por Motor a Diesel, era desligada e em seguida religada, ao mesmo tempo indicando sinal que após 15 minutos iria desligar total as luzes da cidade, isso acontecia por volta das 22:00 horas.  Os casais se despediam e iam para suas casas com as canelas e os pés sujos de poeira onde tinha que se lavar antes de dormir.
Nessa época existia mais amor inocência e romantismo. Bons tempos aqueles.     

Nilton Ivanei Gomes dos Santos, nascido em 1952 em Salvador, mas criado em Várzea do Poço – Bahia. 
Historiador que vivencia os movimentos culturais, esportivos e políticos dessa cidade.
Postar um comentário